Grupo dedicado à protecção e libertação animal.

sábado, junho 25, 2005

O bom serviço público de televisão


A Dois, canal do serviço público de televisão, estreou o ano passado um programa inteiramente dedicado à tauromaquia intitulado “Arte e Emoção”.

Enquanto se espera que a evolução natural do Homem seja a abolição de todas as práticas arcaicas e violentas, o lobby das touradas impõem-se de novo, desta vez “mascarado” na programação dita cultural do segundo canal da RTP.

Na nova temporada de touradas, este programa faz apologia à tauromaquia enquanto arte e espectáculo enaltecendo mais uma vez o heroísmo dos cavaleiros, forcados, criadores e todos os demais intervenientes nesta degradante actividade que tem como único objectivo provocar dor e sofrimento a animais para alcançar o lucro.

Os temas de conversa são sempre os mesmos: a propaganda da virilidade e da “arte”, a exposição dos dramas ridículos que afectam estas “pobres” pessoas, a beleza do espectáculo onde todos aplaudem a violência e nunca, por uma única vez, se ouve falar no lado triste e degradante do touro e do cavalo que sofrem às mãos destes torturadores sádicos e gananciosos.
No 1ª canal da RTP, transmitem-se ainda as touradas que a estação promove, como a do último dia 22 de Junho com nova “dose” marcada para dia 24 de Julho na Póvoa de Varzim.

Sendo este um canal público num país supostamente democrático, é bastante grave, para além da questão do abuso descarado dos animais, que os impostos dos portugueses sejam gastos na promoção, divulgação e organização de eventos que beneficiam uma minoria abastada da sociedade portuguesa e que ainda por cima a deseduca e insensibiliza para o verdadeiro drama: o dos animais.

Com tamanhas afrontas à própria Declaração Universal dos Direitos dos Animais – ainda por cima por parte de um instrumento do governo – é somente natural que Portugal continue a ser um exemplo vergonhoso do que a Humanidade tem de pior e que nenhum animal, seja ele um touro ou um cão perdido nas ruas, tenha algum dia qualquer protecção eficaz e justa da Lei.

Enganem-se porém, os senhores que constituem a frente de apoio às touradas e os políticos insanos do nosso país, porque a massa activista em Portugal não irá baixar os braços e tudo fará para expor a barbárie que lhes alimenta os luxos e que continua a relegar a sociedade portuguesa para a idade média.

5 comentários:

Blogger Wakewinha disse...

O quê?? Não fazia a mais pequena ideia que a 2: estava a exibir tal programa!!

Vou tentar estar atenta, apenas para saber do que falam e como falam! E tens razão, Daniel, a massa activista não vai baixar os braços!

Vais à Póvoa de Varzim dia 24? Eu vou lá estar com o mais alto tom da minha voz a "gritar" por sanidade a todos os que parece quererem perder-se nos anos remotos da estupidez!

Fica bem*

9:37 da tarde

 
Anonymous PatitaFeia disse...

Trabalho numa firma de transportes.
Hoje ligaram-me para consulta do envio de cerca de 20 (vinte) cães e gatos, provenientes da Venezuela com destino a Lisboa.
"Pertecem" a um casal que tem vindo a adoptar sucessivamente animais abandonados (conforme pude apurar, lá é uma desgraça no que concerne a abandono de animais...) e, visto terem de se mudar agora para Portugal, querem trazê-los com eles, de modo a não terem de ser abatidos...
A empresa onde trabalho não faz este tipo de serviço, nem tão pouco conhecemos quem o faça.
Eles recusam-se peremptoriamente a trazê-los no avião devido a relatos de acontecimentos passados nas companhias aéreas e aeroportos da América Latina no que concerne a transporte de animais (pelos vistos são todos comestíveis, quando a crise aperta....).
Há alguma maneira de poder ajudá-los?
Conto com a vossa colaboração...
Patita Feia

4:14 da tarde

 
Blogger Clara Duarte disse...

Eu também estava ignorante disso como a Raquel... não vejo muita televisão e os 4 canais... ui!

Penso que as touradas são violência gratuita. Para começar que acham de fazer uma recolha de assinaturas para obrigar a RTP a colocar a advertência de que o programa e as touradas que apresentam contêm imagens que podem ferir a sensibilidade dos telespectadores?

A RTP admitir que é material violento estará a abrir caminho para a aceitação da nossa ideia de que a tourada é cruel.

Penso que desbravar o trilho lentamente poderá trazer-nos avanços mais sólidos e persistentes do que grandes voos.

Que acham?

4:11 da tarde

 
Blogger Daniel Gomes disse...

Clara, enviámos-lhe um e-mail em resposta à sua sugestão. Cumprimentos.

9:06 da manhã

 
Anonymous kaldinhas disse...

Os meus sinceros parabéns por este trabalho.Nunca é demias lutarmos pelos direitos dos animais.Todos os animais têm direito a serem tratdos com dignidade,mesmo os que se destinam a abate.
Não tenho palavras para expressar a minha admiração pelo vosso trabalho.
Muita força para continuarem.

11:28 da tarde

 

Enviar um comentário

<< Ínicio

 
free web counter